Qual é a origem das casas de apostas?

Qual é a origem das casas de apostas?


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

As apostas desportivas são um dos fenómenos mais visíveis da revolução tecnológica e da utilização contínua do telemóvel e da Internet pelos utilizadores.

As casas de apostas online que aparecem em portais como lamejorcasadeapuestas.es são hoje a principal fonte deste entretenimento. Mas a presença dessa atividade na sociedade não é algo exclusivo desta época, já que a ação de apostar em um evento esportivo teve uma grande trajetória ao longo do século 20, com especial tradição no Reino Unido.

No entanto, o início das apostas desportivas não está localizado nesta região ou nos últimos duzentos anos. Você tem que voltar às sociedades antigas da Grécia e Roma para encontrar as primeiras apostas.

A origem das casas de apostas

É o momento em que as cidades começam a tomar forma e com isso a vida em sociedade. As pessoas passaram a conviver em cidades cada vez maiores, onde correntes de filósofos e pensadores também começaram a aparecer com força, trazendo consigo uma cultura maior para esta vida social.

Com as necessidades básicas atendidas e alfabetizadas, os cidadãos precisam de lazer e o encontraram emas famosas lutas de gladiadores, especialmente os romanos; que também gostava de fazer apostas nesses eventos.

Esta ação de jogo não teve distinções e abrangeu todas as classes sociais. As corridas de carruagem, outra das referências do ócio romano nos séculos anteriores ao nascimento de Jesus Cristo, foram também fonte de apostas entre a plebe.

Encontramos nesta tendência romana e, em certa medida, também grega, as origens das apostas desportivas.

Outro momento importante para aprender sobre a história das apostas esportivas é na Idade Média. Após a queda do Império Romano e as contínuas disputas pelo poder na Europa, o jogo perdeu popularidade, possivelmente devido à escassez da população, e não voltou com força até o ano 1000.

Corridas de cavalos ou duelos entre cavaleiros foram as principais atrações de lazer de uma população que começou a apostar nesses eventos.

Muitos governos tentaram proibir o jogo, uma medida que tornou o jogo ilegal, mas não o eliminou.

Os séculos avançaram e as apostas permaneceram, embora não estivessem mais presentes apenas em eventos públicos. Os jogos de cartas tornaram-se populares e as pousadas tornaram-se salas de reuniões e onde sempre havia algo em jogo.

As diferentes modalidades tornam-se uma forma de lazer muito difundida entre a população, que também encontra o incentivo para fazer uma aposta, seja no seu jogo ou noutros, para tornar o momento mais apelativo.

Legalização de casas de apostas no Reino Unido

Houve cada vez mais jogos e as apostas desportivas foram mantidas até que conheceu um notável crescimento e consolidação como interesse público no século XIX. A corrida de cavalos desempenhou um papel vital neste movimento.

Eles se tornaram tão populares que o governo decidiu legalizar as apostas esportivas com uma lei de jogo em 1845, permitindo a abertura de instalações nas quais a população pudesse fazer suas previsões de forma legal e contribuindo com os cofres do Estado. As primeiras casas de apostas nasceram aqui.

A corrida de galgos também surgiu com força, outra opção para os cidadãos investirem seu dinheiro. As apostas desportivas consolidaram-se no Reino Unido como mais uma atividade de lazer e geraram grande emprego e movimentos de capitais.

Nos Estados Unidos, esse lazer se popularizou graças aos colonizadores ingleses, que trouxeram seus costumes para o povo americano.

A hegemonia britânica na indústria de apostas esportivas continuou ao longo do século 20, tendo o futebol como uma de suas principais atrações.

Noutros países europeus, começaram a instalar-se estabelecimentos físicos como salas de jogos ou casinos, onde o público podia usufruir de um vasto leque de actividades de lazer. Na Espanha, por exemplo, a Quiniela se popularizou.

O faturamento do setor começou a crescer e cada país teve seu produto estrela. O advento da Internet tornou possível conectar esses espaços com eventos esportivos, de forma que fosse possível fazer apostas esportivas antes ou durante os jogos.

O mundo online

Já estamos no Século XXI, onde a revolução tecnológica e a nova era das comunicações espalharam este lazer de forma extraordinária pelo mundo.

Hoje, as apostas esportivas são uma tendência global e as receitas anuais dessa indústria estão na casa dos bilhões.

Passou de espaços físicos, embora muitos deles sejam muito ativos, para cassinos online e casas de apostas virtuais.

O público não tem que sair de casa para jogar, podendo fazê-lo através do telemóvel. A oferta se multiplicou e as possibilidades de fazer apostas são infinitamente maiores do que há 30 anos.


Vídeo: As melhores casas de apostas!