AMBROSE POWELL HILL, CSA - História

AMBROSE POWELL HILL, CSA - História

ESTATÍSTICAS VITAIS
NASCIDO: 1825 em Culpepper, VA.
FALECEU: 1865 em Petersburgo, VA.
CAMPANHAS: Williamsburg, Mechanicsville, Seven Days, Gaines 'Mill, Frayser's Mountain, Second Bull Run, Antietam, Fredericksburg, Chancellorsville, Gettysburg, Wilderness, Petersburg.
MAIOR RANK ALCANÇADO: Tenente general.
BIOGRAFIA
Ambrose Powell Hill nasceu em 9 de novembro de 1825, em Culpeper, Virginia. Ele se formou em West Point em 1847 e lutou na Guerra do México. Ele também trabalhou para o escritório do superintendente do Coast Survey e lutou na Terceira Guerra Seminole. Em março de 1861, Hill renunciou ao Exército dos EUA e juntou-se à Confederação como coronel da 13ª Infantaria da Virgínia. Foi nomeado general de brigada em fevereiro de 1862. Depois de lutar em Williamsburg em maio, recebeu o comando de uma divisão e foi promovido a major-general em 26 de maio de 1862. Ele e suas tropas iniciaram a Campanha dos Sete Dias com a Batalha de Mechanicsville. Hill e sua unidade, conhecida como "Hill's Light Division", também lideraram ataques em Gaines 'Mill e Frayser's Farm. Juntando-se ao major-general Thomas J. "Stonewall" Jackson, as tropas de Hill desenvolveram a reputação de ser uma das unidades de combate mais eficazes. Eles participaram das Batalhas de Cedar Mountain, Bull Run (Segunda), Antietam, Fredericksburg e Chancellorsville. Após a morte do major Jackson, o general Robert E. Lee reorganizou o exército confederado e promoveu Hill a tenente-general em 24 de maio de 1863. Ele foi colocado no comando do III Corpo de exército, mas serviu sem distinção. Embora ele tenha participado da Batalha de Gettysburg, ele não desempenhou um papel ativo. Ele também participou da Batalha de Bristoe Station, mas seu ataque causou 1.300 baixas. Depois de servir na Batalha do Deserto, ele adoeceu e perdeu o combate em Spotsylvania. Outra doença, real ou imaginária, fez com que ele perdesse o combate em Petersburgo. No dia em que voltou da licença médica, Hill foi baleado por dois soldados da União do VI Corpo. Ele morreu no mesmo dia, em 2 de abril de 1865, e foi sepultado em Richmond, Virgínia.

Hill, A. P.

Hill, A. P. (1825 & # x20131865), General confederado. Nascido em Culpeper County, Virginia, Hill se formou em West Point em 1847, o décimo quinto em uma classe de trinta e # x20108. Ainda cadete, contraiu gonorreia, o que causou prostatites recorrentes que o afligiram física e psicossomicamente pelo resto da vida. Hill serviu na Guerra do México e nas Guerras Seminole, seu casamento de 1859 com Kitty Morgan foi feliz e gerou quatro filhas. Depois que a Virgínia se separou em 1861, Hill renunciou, foi nomeado coronel confederado da 13ª Infantaria da Virgínia e lutou em Primeira Manassas. Promovido a brigadeiro-general em fevereiro de 1862 e major-general em maio de 1862, a Divisão Ligeira de Hill tornou-se merecidamente conhecida durante a Guerra Civil por suas habilidades de luta, sua liderança enérgica o distinguiu na Batalha dos Sete Dias, bem como na Batalha de Fredericksburg, e a Batalha de Antietam, onde sua chegada oportuna salvou o flanco direito de Robert E. Lee. Em maio de 1863, ele foi promovido a tenente-general após a morte de & # x201CStonewall & # x201D Jackson em Chancellorsville, atribuído o comando do novo III Corpo de exército do Exército da Virgínia do Norte e liderado de Gettysburg para o deserto. Depois de 1863, repetidas doenças e brigas com superiores prejudicaram a liderança temperamental de Hill, especialmente durante a campanha de 1864 & # x201365 Wilderness to Petersburg. Pouco depois de voltar de uma licença médica, ele foi morto em 2 de abril de 1865 em Petersburgo por um soldado da infantaria da União enquanto tentava fazer o reconhecimento de linhas e reunir suas tropas.
[Ver também Guerra Civil: Curso Militar e Diplomático.]

William W. Hassler, A. P. Hill: Lee's Forgotten General, 1979.
James I. Robertson, Jr., General A. P. Hill: The Story of A Confederate Warrior, 1987.

Cite este artigo
Escolha um estilo abaixo e copie o texto para sua bibliografia.

John Whiteclay Chambers II "Hill, A. P." The Oxford Companion to American Military History. . Encyclopedia.com. 18 de junho de 2021 & lt https://www.encyclopedia.com & gt.

John Whiteclay Chambers II "Hill, A. P." The Oxford Companion to American Military History. . Encyclopedia.com. (18 de junho de 2021). https://www.encyclopedia.com/history/encyclopedias-almanacs-transcripts-and-maps/hill-p

John Whiteclay Chambers II "Hill, A. P." The Oxford Companion to American Military History. . Recuperado em 18 de junho de 2021 de Encyclopedia.com: https://www.encyclopedia.com/history/encyclopedias-almanacs-transcripts-and-maps/hill-p

Estilos de citação

A Encyclopedia.com oferece a capacidade de citar entradas e artigos de referência de acordo com os estilos comuns da Modern Language Association (MLA), do The Chicago Manual of Style e da American Psychological Association (APA).

Na ferramenta “Citar este artigo”, escolha um estilo para ver a aparência de todas as informações disponíveis quando formatadas de acordo com esse estilo. Em seguida, copie e cole o texto em sua bibliografia ou lista de obras citadas.


Os democratas da Virgínia planejam desenterrar o túmulo do general confederado A.P. Hill, nenhum plano para mover o caixão

/> por Frankie Stockes

Liderados pelo prefeito Levar Stoney e apoiados pelo governador Ralph Northam, os democratas anti-história em Richmond, Virgínia, estão finalizando planos para desenterrar os restos mortais do general confederado Ambrose Powell Hill, que está sob uma estátua elevada dedicada em sua homenagem e agora marcada para remoção em meio a esforços para apagar todos os vestígios da Confederação de sua antiga capital.

Embora quase todos os outros monumentos confederados de Richmond e # 8217 tenham sido removidos em meio aos tumultos fatais Black Lives Matter e Antifa que tomaram conta da cidade em 2020, a estátua e o local de descanso dedicado ao General confederado AP Hill permaneceram onde estavam, com oficiais supostamente tendo problemas para encontrar autoridade legal para profanar o túmulo. Agora, de acordo com um novo conjunto de planos que está sendo considerado pela Comissão de Revisão Arquitetônica de Richmond, o local do túmulo é considerado uma ameaça à segurança do tráfego, convenientemente fornecendo ao governo da cidade, dominado pelos democratas, autoridade para removê-lo.

O túmulo e a estátua, no entanto, existem no mesmo local desde 1892, quando a cidade de Richmond ajudou a Hill Monument Association a encontrar um local para mover o corpo de Hill & # 8217 e erguer a estátua. Na época, o local do túmulo foi descrito por um jornal local como "muito bonito, na esquina mais próxima da cidade de casa de campo do Major Ginter." O próprio terreno foi doado pela The Ginter Real Estate Development Company, de propriedade do Major Lewis Ginter, que serviu sob o comando de Hill antes de sua morte. A estátua e a realocação de Hill & # 8217s custaram impressionantes US $ 15.000, equivalentes a US $ 440.198,90 em 2021.

De acordo com os planos de remoção, que deverão passar pelo processo de aprovação, os trabalhadores removerão a estátua de bronze do General antes de destruir seu pedestal de pedra e retirar o sarcófago que contém seus restos mortais. Os detalhes do que a cidade planeja fazer com os restos mortais do Hill & # 8217s não são claros, e estima-se que o projeto custará mais de US $ 33.000 financiado pelo contribuinte.

“Acho que prolongamos isso o máximo que podemos e por mais tempo do que deveria”, disse o vereador Mike Jones da cidade # 8221 sobre a profanação do túmulo & # 8217s. & # 8220Eu sei que muitos Richmonders estão prontos para esta saga acabar para que possamos colocar um alfinete nesta parte de nosso passado doloroso ”, disse Jones, que também chamou o local de descanso do General de um & # 8220 doloroso trinket da supremacia branca . & # 8221

Em uma declaração ao Arquivo Nacional, Barry Isenhour, um porta-voz do Virginia Flaggers, um grupo dedicado a celebrar e preservar a história da Confederação, criticou os planos da cidade & # 8217s, acusando os & # 8220 degenerados & # 8221 que dirige Richmond de se encolher para a anti-história & # 8220 terroristas da justiça social. & # 8221

& # 8220Não é nenhuma surpresa para nós que os degenerados em Richmond anunciaram planos para profanar o túmulo de um veterano de guerra, literalmente desenterrando seus restos mortais em sua busca contínua para eliminar qualquer vestígio da história e herança da cidade que possa acontecer para & # 8216ofender & # 8217 a pequena mas uivante multidão de terroristas da justiça social & # 8221 disse Isenhour. & # 8220Como Thomas Carlyle observou, & # 8216É preciso homens de valor para reconhecer o valor nos homens. & # 8217 Isso deixa os responsáveis ​​em Richmond, OUT. & # 8221

Uma figura central, mas menos conhecida na história da Confederação, Hill, carinhosamente conhecida em toda a Confederação como “Little Powell”, foi formada em Culpeper, nascida na Virgínia em West Point. Oposto à escravidão, Hill renunciou à sua comissão no Exército dos Estados Unidos após a secessão da Virgínia em 1861, passando a comandar a Divisão Ligeira do Exército da Virgínia do Norte e rapidamente ganhando a reputação de um dos oficiais mais competentes do Exército Confederado.

Um verdadeiro crente na luta de sua terra do sul natal pela independência, Hill afirmou que preferia morrer a ver o fim da Confederação e mais tarde foi morto em combate durante o Cerco de Petersburgo, nos dias finais da guerra.

Quando o general Robert E. Lee foi informado da morte de Hill, assessores relataram que o general estava emocionado antes de declarar, & # 8220ele está em repouso agora, e nós que sobrar seremos os que sofreremos. & # 8221 Anos depois, como Lee deitado em seu leito de morte, testemunhas descreveram o nome de Hill & # 8217 como uma das últimas palavras que o general pronunciou.

Conforme relatado anteriormente pelo National File, a Virgínia se tornou um epicentro na luta para preservar a história americana. Nas últimas semanas, funcionários do Instituto Militar da Virgínia anunciaram um expurgo no estilo soviético da história da escola confederada, que incluirá rasgar o nome do General Stonewall Jackson e # 8217 de suas próprias palavras e reatribuí-las a figuras mais palatáveis ​​à esquerda.


A.P. Hill & # 8217s Death Wish ?: O problema com o uso de citações

O tenente-general Ambrose Powell Hill cavalgou para a morte imediatamente após a descoberta de 2 de abril de 1865 em Petersburgo. Hill procurou se encontrar com o Major General Henry Heth no quartel-general da casa do comandante da divisão & # 8217s Pickrell. Em vez disso, ele encontrou os soldados da Pensilvânia John Mauk e Daniel Wolford a apenas 800 metros de seu objetivo. Alguns especularam que a natureza imprudente de sua jornada final significava que Hill pode ter saído em um incêndio de glória - um suicídio de Yankee. Como prova, eles citam Hill dizendo, menos de uma semana antes de sua morte, que não queria sobreviver a uma derrota dos confederados. Os historiadores, no entanto, devem ser cautelosos ao interpretar qualquer coisa mais dessa suposta declaração.

Um habilidoso comandante de brigada e divisão, Hill não conseguiu duplicar esse sucesso no nível do corpo. Ele tinha uma rivalidade com Stonewall Jackson e não podia corresponder às altas expectativas como seu sucessor (o comando de Jackson foi dividido entre Hill e Richard S. Ewell). Hill sofreu de doenças com freqüência durante o último ano da guerra. Seu Terceiro Corpo de exército desempenhou um papel importante na campanha de Petersburgo, mas o general foi um não-fator relativo.

Em 20 de março de 1865, Hill tirou uma breve licença para restaurar sua saúde. Ele ficou na casa de sua família no condado de Chesterfield, nas proximidades. Ambas as famílias Thomas e Henry Hill vivem ou procuram refúgio na propriedade. Tio Henry trabalhava como tesoureiro confederado em Richmond e o general o acompanhou até a cidade em 29 de março. George Powell Hill, um dos filhos de Thomas & # 8217s, também trabalhou no departamento de tesoureiro. Posteriormente, ele escreveu que A.P. Hill não gostaria de viver se a cidade caísse. Aqui está o trecho relevante da declaração de G. Powell Hill & # 8217s:

Durante esta visita à casa de meu pai & # 8217s, ele acompanhou o coronel Hill a Richmond e, enquanto estava sentado em nosso escritório conversando com vários cidadãos proeminentes que haviam ligado para prestar seus respeitos, o assunto da evacuação da cidade foi abordado, o que parecia irritar o general, e ele comentou que não queria sobreviver à queda de Richmond.

Portanto, deve-se notar que a citação é apenas uma fonte de segunda mão e não uma declaração escrita ou documentada. No entanto, se um autor escreve que Hill disse que não & # 8220desejava sobreviver à queda de Richmond & # 8221, isso implica que é uma citação direta, o que pode, portanto, ser interpretado como prova de que Hill estava de fato tentando se matar em abril 2ª O autor pode nem mesmo ter essa agenda. É estranho trabalhar os detalhes da conta do pós-guerra de G. Powell Hill em um fluxo narrativo. As notas de rodapé permitem esclarecimentos, mas não há garantia de que o leitor as consulte. É muito fácil ver simplesmente que & # 8220 não queria sobreviver à queda de Richmond & # 8221 e aceitar isso como um fato.

Todo o relato de George Powell Hill também deve ser tratado como é. Embora seja um recurso incrivelmente útil para aprender sobre o primeiro dos três enterros para A.P. Hill, a declaração de Powell & # 8217s não é uma janela para a mente geral. O artigo foi escrito em 1891, quando o corpo de Hill & # 8217s estava sendo desenterrado pela segunda vez para ser reenterrado como peça central para um novo desenvolvimento ao norte de Richmond. Relembrar eventos após um quarto de século é bastante desafiador, determinar a opinião pessoal de outra pessoa é quase impossível.

Independentemente de sua mentalidade no final da campanha, o general Hill voltou ao comando em 1º de abril. Ele passou o último dia de sua vida inspecionando suas falas de Hatcher & # 8217s Run to Battery 45 e se acomodou para uma noite agitada na casa Venable nos arredores de Petersburg & # 8217s, onde sua esposa grávida e duas filhas pequenas dormiam. Mantido acordado pelo fogo de artilharia da Union, Hill selou-se por volta das 3 da manhã para cavalgar até a sede da Lee & # 8217s uma milha e meia a oeste em Edge Hill. Ao longo do caminho, ele aprendeu que suas próprias linhas estavam sob ataque. Ele discutiu estratégia com Lee e James Longstreet até algum tempo depois das 5 da manhã, quando o tenente-coronel Charles Scott Venable trouxe a notícia de que a infantaria federal havia avançado ao longo da posição do Terceiro Corpo.

Hill imediatamente queria se encontrar com Heth, o comandante da divisão responsável pelas fortificações confederadas, desde a casa Hart ao sul até Hatcher & # 8217s Run. Ele foi acompanhado pelo Venable e pelos mensageiros George Washington Tucker, William Henry Jenkins e George Percy Hawes durante vários estágios de sua jornada do exército em direção ao quartel-general da divisão. Um pequeno componente da infantaria se juntou brevemente como escolta, mas Hill trocou seus companheiros ao longo do caminho até que apenas Tucker permanecesse para o confronto final com a dupla da Pensilvânia.

A bala do cabo Mauk & # 8217s atingiu Hill, mas o soldado Wolford errou Tucker e o mensageiro fugiu às pressas para informar Lee da morte de Hill & # 8217s. Em 1883, Tucker escreveu suas lembranças para o Philadelphia Weekly Times & # 8220Annals of the War & # 8221 series. O relato é altamente confiável como um guia para o progresso da última viagem de Hill & # 8217 e na descrição do encontro com os habitantes da Pensilvânia. Mauk também escreveu vários relatos de seu tiro que matou Hill. As versões da União e dos Confederados mostraram-se notavelmente consistentes.

O artigo de Tucker & # 8217 retratou o general como distante e impaciente. Ele afirma ter cavalgado ao longo de Cattail Run no lado de Hill & # 8217s, mas o general quase não falou com ele.

Prosseguindo ainda mais e o General Hill não fez mais comentários, fiquei tão impressionado com o grande risco que ele corria que ousei dizer: & # 8220Por favor, com licença, general, mas para onde você está indo? & # 8221 Ele respondeu: & # 8220 Sargento, devo ir para a direita o mais rápido possível. & # 8221 Em seguida, apontando para o sudoeste, ele disse: & # 8220Subiremos por este lado do galho até o bosque, que nos cobrirá até chegar ao campo na retaguarda dos aposentos do General Heth & # 8217s, espero encontrar a estrada livre no General Heth & # 8217s. & # 8221

& # 8230 Ao passar pela floresta, as únicas palavras entre o General Hill e eu, exceto em relação à rota, foram por ele mesmo. Ele chamou minha atenção e disse: & # 8220 Sargento, se alguma coisa acontecer comigo, você deve voltar ao General Lee e relatar. & # 8221

Tucker afirmou que esporeou seu cavalo à frente de Hill enquanto eles cruzavam um campo aberto para chegar a uma floresta pantanosa em frente ao quartel-general do Heth & # 8217 na Boydton Plank Road. Quando dois terços do caminho cruzaram o campo, eles avistaram Mauk e Wolford na linha das árvores perpendicular à estrada de tábuas e soldados da União adicionais mais para dentro da floresta.

Olhei em volta para o General Hill. Ele disse: & # 8220 Devemos pegá-los & # 8221 ao mesmo tempo, sacando, pela primeira vez naquele dia, sua pistola Colt & # 8217s da Marinha. Eu disse: & # 8220Fique aí, eu & # 8217 vou levá-los. & # 8221 A essa altura, estávamos a vinte metros dos dois atrás da árvore e nos aproximando a cada momento. Eu gritei: & # 8220Se você atirar, você & # 8217 será levado para o inferno! Nossos homens estão aqui & # 8211 se rendam! & # 8221 Quando o General Hill estava ao meu lado chamando & # 8220surrender & # 8221 agora a dez metros dos homens que nos cobriam com seus mosquetes (o superior é o General, o inferior eu mesmo ,) o soldado de baixo deixou a culatra de sua arma cair de seu ombro, mas se recuperou rapidamente quando seu camarada falou com ele (eu só vi seus lábios se moverem) e ambos atiraram. Jogando minha mão direita (ele estava daquele lado) em direção ao General, agarrei o freio de seu cavalo e, girando para a esquerda, virei na sela e vi meu General no chão, com os membros estendidos, imóvel.

A narrativa de Tucker & # 8217s é maravilhosamente citável e todas as versões modernas utilizam corretamente seu diálogo, embora a troca exata provavelmente tenha sido alterada após dezoito anos. Remover essas citações e todas as outras em situações semelhantes certamente tornaria a história um tanto entediante, mas, se elas permanecerem, os leitores devem ser sábios em não aceitá-las como evangelho.

Além disso, o relato de Tucker & # 8217s mostrou que foi Hill quem agiu de forma imprudente durante a viagem. O coronel William Henry Palmer, chefe de gabinete da Hill & # 8217s, acreditava que Tucker interpretou erroneamente qual dos dois era agressivo naquela manhã. Palmer permaneceu no quartel-general do Terceiro Corpo até receber notícias de Edge Hill de que as linhas confederadas estavam sob ataque. Ele viajou para o quartel-general da divisão Major General Cadmus Wilcox & # 8217s dentro da Linha Dimmock de Petersburg & # 8217s (o principal conjunto de trincheiras ao redor da cidade) e depois cavalgou em direção ao quartel-general do exército pela estrada Boydton Plank e Long Ordinary Road.

Palmer afirmou que encontrou Tucker no entroncamento da estrada enquanto o mensageiro voltava freneticamente do local da morte de Hill & # 8217. Supostamente, Tucker informou o chefe de gabinete sobre o que aconteceu enquanto os dois cavalgavam juntos para a sede de Lee e # 8217. Em uma carta de 8 de novembro de 1902 ao capitão Murray Forbes Taylor, um ajudante de campo do Terceiro Corpo, Palmer afirmou que Tucker havia mudado sua história entre aquela manhã fatídica de abril e a publicação de 1883. Palmer acreditava que Tucker fez isso para tirar a culpa de si mesmo, escrevendo:

O general & # 8217l Hill perdeu a vida por causa de uma atitude cavalheiresca. Quando Tucker correu para a frente, & amp ordenou que os dois escaramuçadores atrás da árvore se rendessem, Gen & # 8217l Hill por enquanto permaneceu para trás em uma ligeira elevação. Ele viu que eles iriam atirar em Tucker, & amp não iria se render. Não era mais um tenente general e seu mensageiro. Ele esporeou seu cavalo para ajudar Tucker & # 8217s. Era de homem para homem. Tucker me disse que não tinha ideia de que Gen & # 8217l Hill estava perto até que ouviu o bufo do cavalo Gen & # 8217ls, no momento em que os dois escaramuçadores dispararam.

Palmer acreditava que teria sido uma escolta melhor para Hill naquela manhã e lamentou que o general o tivesse ordenado que permanecesse no quartel-general para obter mais instruções.

Se o General tivesse permitido que eu o acompanhasse, [eu] sempre me senti seguro de que poderia tê-lo impressionado com a importância de evitar grupos de dispersão do inimigo e manter-me bem à direita perto da Estrada Cox & # 8230. Digo isso porque Tive influência com ele sobre tais assuntos e tenho certeza de que em duas ocasiões durante meu serviço o salvei de ferimentos advertindo-o e tomando precauções por ele.

O chefe do estado-maior acreditava que Hill agia normalmente na batalha e que o desejo descuidado de Tucker de capturar Mauk e Wolford levou à morte do general. É claro que isso também não pode ser provado, mas a objeção de Palmer & # 8217s ao relato de Tucker & # 8217s demonstra que existem muitas razões racionais para explicar o bizarro encontro entre Hill e os pensilvanianos.

Durante as palestras e passeios que ministrei sobre a morte de Hill & # 8217s, descobri que o cenário & # 8220suicídio por Yankee & # 8221 é popular. Aqueles que promovem essa ideia usam o mesmo raciocínio, baseado em parte na doença de Hill & # 8217s e em um desejo especulado, mas infundado, do general de restaurar seu legado, mas principalmente baseado nas citações de George Powell Hill e George Tucker. Eliminar essas citações esgota a história, portanto, não estou defendendo sua exclusão inteiramente. Eu os usei livremente em meu capítulo sobre a morte de Hill & # 8217s em Alvorecer da vitória. Com isenção de responsabilidade, continuarei a fazê-lo. Mas o que funcionou para a narrativa não é confiável para análise.

Muitas pessoas são atraídas para a Guerra Civil por causa de suas personalidades ricas, mas devemos ser cautelosos ao tentar muito pensar que podemos, portanto, entendê-los totalmente. As citações que tornam o último passeio de Hill & # 8217 convincente, retratam-no como agindo muito imprudente, mas foram escritas várias décadas após a guerra. Apesar de aparecerem entre aspas, eles não eram o diálogo real geral do & # 8217s. Remova essa evidência de boatos da noção de que Hill cavalgou voluntariamente para a morte e essa teoria desmorona.

George W. Tucker, & # 8220Death of General A.P. Hill & # 8221 Artigos da Southern Historical Society, Volume 11 (Richmond, VA: Publicado pela Sociedade, 1883).

G. Powell Hill, & # 8220First Burial of General Hill & # 8217s Remains, & # 8221 Artigos da Southern Historical Society, Volume 19 (Richmond, VA: Publicado pela Sociedade, 1891).

William H. Palmer para Murray F. Taylor, 8 de novembro de 1902, Parque Militar Nacional de Fredericksburg e Spotsylvania.


Jefferson Davis, formado em West Point, serviu na Guerra Black Hawk sob o comando de Zachary Taylor, com quem ele se casou mais tarde. Ele deixou o Exército, começou uma plantação no Mississippi e começou uma carreira política antes de retornar para servir como coronel no Exército dos EUA na Guerra Mexicano-Americana. Como Secretário da Guerra sob o comando de Franklin Pierce, ele formou o Exército e sugeriu rotas para a ferrovia transcontinental. Devido às suas fortes credenciais militares e políticas, foi eleito presidente dos Estados Confederados da América. Ele era um líder de guerra menos eficaz do que Lincoln, embora Lincoln tivesse pouca experiência militar. Em 1978, o Senado restaurou postumamente sua cidadania americana. O presidente Jimmy Carter se referiu a isso como o último ato de reconciliação na Guerra Civil.

Esse Jefferson Davis caneca faz parte de nossa série da Guerra Civil que traça o perfil dos participantes na Guerra entre os Estados. Milhares de soldados da Confederação e da União lutaram em batalhas como Bull Run, Antietam, Fredericksburg, Chancellorsville, Gettysburg, Vicksburg, Chattanooga, Cold Harbor e Petersburg. Honramos seus sacrifícios contando suas histórias.

O biográfico Canecas de História foram criados para ensinar e inspirar indivíduos a aprender sobre nossa história diversificada e interessante. As biografias foram pesquisadas e escritas por entusiastas da história, Robert Compton. Ele coloriu a maioria das fotos e imagens históricas usadas nas canecas, que eram originalmente em preto e branco ou sépia. As imagens e biografias são impressas em canecas em seu estúdio na zona rural de Vermont.

  • As canecas são adequadas para alimentos e podem ser microondas.
  • Para preservar a qualidade fotográfica, recomendamos a lavagem à mão.
  • As canecas são geralmente enviadas em 3-5 dias.
  • As despesas de envio são mais baixas na compra de canecas múltiplas.

Ambrose Powell Hill

Ambrose Powell Hill começou sua carreira militar depois de se formar em 15º de 38º na Academia Militar dos Estados Unidos em 1847. Após a graduação, ele serviu com uma unidade de artilharia durante a Guerra Mexicano-Americana, bem como a Guerra Seminole.

Em 1 de março de 1861, Hill renunciou ao Exército dos Estados Unidos e tornou-se coronel da 13ª Virgínia, comandando uma unidade na Batalha de First Manassas. Em 26 de fevereiro de 1863, Hill foi promovido a general de brigada. Após a promoção, Hill serviu galantemente na Batalha de Williamsburg e durante a Campanha da Península.

Como resultado de sua liderança, Hill foi promovido a major-general em 26 de maio de 1862. Hill comandou bem durante as Batalhas dos Sete Dias, tornando-se um componente muito importante para o exército do general Thomas “Stonewall” Jackson. Hill lutou bem na Batalha de Cedar Mountain, a Segunda Batalha de Bull Run, desempenhou um papel crucial na Batalha de Antietam e lutou bem na Batalha de Fredericksburg.

Na Batalha de Chancellorsville, Hill assumiu o lugar do General Jackson depois que ele foi mortalmente ferido, mas mais tarde ele próprio foi ferido. Após a batalha, Hill recebeu o posto de tenente-general em 24 de maio de 1863 e tornou-se comandante do 3º corpo do exército do general Robert E. Lee. Hill comandou o corpo durante a Batalha de Gettysburg, onde recebeu críticas por algumas de suas decisões de comando.

Durante a Batalha de Gettysburg, as decisões e ações de Hill no primeiro dia da batalha levaram ao engajamento do exército da União antes que todo o exército Confederado chegasse. Depois de Gettysburg, Hill passou a servir durante a Campanha do Deserto, bem como no Cerco de Petersburgo. Em 2 de abril de 1865, enquanto cavalgava ao longo das linhas defensivas em Petersburgo, Hill foi baleado e morto por um soldado federal.


A. P. Hill

Ambrose Powell Hill começou sua carreira militar depois de se formar em 15º de 38º na Academia Militar dos Estados Unidos em 1847. Após a graduação, ele serviu com uma unidade de artilharia durante a Guerra Mexicano-Americana, bem como a Terceira Guerra Seminole.

Em 1º de março de 1861, Hill renunciou ao Exército dos Estados Unidos. Ele se tornou o coronel da 13ª Infantaria da Virgínia, comandando uma unidade na Batalha de First Manassas. Em 26 de fevereiro de 1862, Hill foi promovido a general de brigada. Após a promoção, Hill serviu galantemente na Batalha de Williamsburg e durante a Campanha da Península. Como resultado de sua liderança, Hill foi promovido a major-general em 26 de maio de 1862. Hill lutou nas Batalhas dos Sete Dias, tornando-se um componente muito importante para o comando do General Thomas “Stonewall” Jackson, e entrou em ação na Batalha de Cedar Mountain e segundo Manassas. Ele desempenhou um papel crítico na Batalha de Antietam, marchando com sua famosa Divisão Ligeira de Harpers Ferry e chegando ao campo em um momento crítico para repelir um ataque da União. Após a Batalha de Chancellorsville e a morte de Jackson, Hill foi promovido a Tenente General e recebeu o comando do recém-criado Terceiro Corpo. Hill teve um desempenho menos do que estelar na Batalha de Gettysburg e foi criticado por algumas de suas decisões nos primeiros dois dias do engagmenent. onde recebeu críticas por algumas de suas decisões de comando. Embora lutando contra a doença, Hill permaneceu com o Exército da Virgínia do Norte durante a Campanha Overland de 1864. Em 2 de abril de 1865, Hill foi morto durante a Revolução em Petersburgo. Ele está enterrado em Richmond, Virginia.


Covardes democratas fazem guerra aos mortos

Em sua campanha contínua para purgar a cidade de sua história, o Richmond City Council espera ter todos os monumentos confederados removidos até o final do verão. O único obstáculo é o monumento ao General Ambrose Powell Hill & # 8211 porque os restos mortais do general & # 8217s estão enterrados dentro do monumento (https://www.nbc12.com/2021/05/21/final-remnants-confederate-monuments-richmond- poderia-ter-ido-neste-verão /).

Em seu pior dia, A.P. Hill foi melhor do que uma dúzia de Conselhos Municipais de Richmond em seu melhor. Os críticos os chamam de & # 8220 degenera & # 8221 e & # 8220 terroristas da justiça social. & # 8221 I & # 8217d dizem que foi para dizer o mínimo. O que poderia ser mais covarde, mais vil, mais vil, mais desprezível ou mais indecente do que fazer guerra contra os mortos indefesos? Mesmo os mortos não estão protegidos desses vermes.

O crime do Sul & # 8217 era terem perdido a guerra. Agora os covardes do Norte estão vindo atrás de seus ossos.

Eles devem refletir sobre o que teria acontecido a Washington, Franklin, Madison, Jefferson e todo o resto dos fundadores do nosso país & # 8217s & # 8211 cujo trabalho duro e adversidades criaram o luxo a partir do qual os liberais americanos de hoje & # 8217 lançam ódio contra eles & # 8211 tiveram A Grã-Bretanha venceu nossa Guerra pela Independência. Todos eles foram enforcados como traidores.


Conteúdo

A família Hill tinha vindo para a Virgínia dois séculos antes da Guerra Civil. [6] Os primeiros membros da família (então chamados de "Hull") remontam ao século 12 na Inglaterra. Henry e William Hill de Shropshire foram para a Virgínia em 1630. [6] Eles se estabeleceram no condado de Middlesex, na Virgínia. Os dois irmãos eram fumicultores e ambos tinham famílias numerosas. [6] Em 1740, Russel Hill, bisneto de William, mudou-se para Culpepper County, Virgínia. [6] Seu filho, Henry Hill, serviu na Guerra Revolucionária Americana sob o comando do coronel Henry "Light Horse Harry" Lee. [6] Seu filho, Thomas Hill, era fazendeiro, comerciante e político. Ele se casou com Fannie Russel Baptist. [6] Juntos, eles tiveram quatro filhos seguidos por três filhas. Seu quarto filho foi Ambrose Powell Hill, Jr. [a] [6]

Em 9 de novembro de 1825, Ambrose Powell Hill Jr. nasceu na Groenlândia, a plantação de seu pai perto de Culpepper, Virgínia. [9] Mas durante toda a sua infância, ele foi chamado de Powell. [6] Ele foi para as escolas locais. Hill queria ir para o exército e, em 1842, foi admitido em West Point. [9] Mas ele não se formou em 1846 com o resto de sua classe porque perdeu um ano devido a doença. [9] Graduando-se em 1847, ele foi destacado para a 1ª Artilharia dos Estados Unidos. [9] Depois de servir na Guerra Mexicano-Americana, ele foi enviado para o Texas e, em seguida, para a Flórida. [10] Hill contraiu febre amarela, febre tifóide e malária. [10] Durante a década de 1850, ele adoecia a maior parte do tempo e ficava confinado à cama. Quando se recuperou, foi designado para o Departamento de Pesquisa Costeira (agora U.S. National Geodetic Survey). [10]

Exército da Virgínia do Norte Editar

Quando o presidente Abraham Lincoln foi empossado em março de 1861, Hill estava entre os oficiais do Exército dos EUA que renunciaram às suas comissões e ingressaram na Confederação. [11] Ele recebeu o comando da 13ª Infantaria da Virgínia com o posto de coronel. [11] Na primeira batalha de Bull Run, seu regimento foi mantido na reserva. [9] Em fevereiro de 1862 ele foi promovido a brigadeiro-general. Na Campanha da Península, ele lutou contra seu ex-colega de quarto de West Point, o General da União George McClellan. Provando ser um líder agressivo, ele foi promovido novamente em 26 de maio de 1862. [12] Isso o tornou o general mais jovem do Exército Confederado. [9] Hill chamou sua divisão de "Divisão Ligeira", embora fosse uma das maiores divisões do Exército Confederado. [11] Isso provavelmente ocorreu devido à rapidez com que Hill conseguia mover suas tropas. [11] Ele era conhecido como um general destemido e freqüentemente era visto em batalhas nas linhas de frente. [11]

Hill-Longstreet feud Editar

Sem qualquer incentivo de Hill, um ex-assessor, John M. Daniel, regularmente escrevia sobre ele. [13] Ferido, Daniel havia deixado o exército e agora era o editor do Richmond Examiner, um jornal de três centavos popular entre os soldados confederados. [13] Logo, Daniel estava fazendo de Hill o principal general de Lee, com a exclusão de outros generais. Isso não caiu bem para o tenente-general James Longstreet, como oficial comandante de Hill. [13] The final straw came in the July 2nd edition of The Examiner. Daniel wrote that Hill had taken command of all of Longstreet's forces when Longstreet was absent from the battle for a period of time. Longstreet was angered at this and saw it as a lie. Longstreet decided to write his own article refuting Daniel's claims about Hill at the battle. [13] In a rival newspaper, the Richmond Whig, Longstreet directed Major Moxley Sorrel to submit a public response under Sorrel's own name. [13] This started a very public feud between the two generals. [13] Lee became aware of the feud but decided not to do anything about it. [13]

When Hill refused to read any dispatches sent by Sorrel, Longstreet's aide, Longstreet became furious. [13] He ordered Hills arrest. [13] While under arrest, Hill's Light Division was commanded by generals J.R. Anderson, then Lawrence O'Bryan Branch. At this point Hill regarded this as questioning his honor. The two kept up hostile communications and a time and place was selected for a duel. [13] At this point, Lee stepped in and made the two generals come to an agreement. Hill was restored to his command and was assigned to General Stonewall Jackson. [13] As time passed, Hill and Longstreet became friendly again. [13] Sorrel was later promoted to major general and found himself under the command of Hill. [13]

Army of the Shenandoah Edit

At the Battle of Cedar Mountain in August 1862, Hill proved himself valuable to his new Corps commander. His Light Division played a key role in helping Jackson win a victory over the Union army. [9] At the Second Battle of Bull Run, Hill's division nearly ran out of ammunition but stood their ground against every Federal attack. [9]

At the Battle of Chancellorsville in May 1863, Jackson ordered Hill's division to the front in preparation for a night attack. Meanwhile, Jackson was personally doing reconnaissance. As he returned he was fired on by his own men, mortally wounding the general. J.E.B. Stuart took over command and called off the night attack. Chancellorsville was a Confederate victory.

Corps commander Edit

Hill was promoted to lieutenant general after Jackson's death and was now in command of Lee's Third Corps in the Army of the Potomac. [1] Hill's corps was at the Battle of Gettysburg from July 1–3, 1863. [1] He was criticised for making questionable decisions. On the first day, he engaged the Union before all of the Confederate army had arrived. [1]

At the Battle of Bristoe Station on October 14, 1863, Hill's Corps attacked two Union corps who were slowly retreating north. [14] Hill's mistake was in not ordering any reconnaissance before the attack to see what they were up against. [14] One of Hill's divisions was badly beaten, and one artillery battery was lost. [15] After reinforcing his line, Hill was not able to make any progress against the Union corps who were dug in behind the Orange and Alexandria Railroad embankment. [15] After beating Hill, the Union army continued on to Centerville, Virginia. [15] Lee was angry with Hill over his mistakes at Bristoe Station. He told hill, "bury your dead and say no more about it!" [16]

On May 5, 1864, at the place known as the Wilderness in Spotsylvania County, Virginia, Confederate and Union forces battled for two days. Hill's Corps battled two Union corps both days and were on the verge of falling back when Longstreet's Texas Brigade reinforced Hill and pushed the Federals back.

Hill was killed on April 2, 1865 at the Third Battle of Petersburg. He was just returning from sick leave and riding to the front to join his men when he was killed by a shot from an enemy soldier. [17]


Corps commander

The Third Corps’ first action was Gettysburg, but their corps com­mander was terribly sick, ashen-faced, tired, and perhaps distracted by pain. Nevertheless, it was his men who stumbled into the Yankees first and precipitated the greatest battle of the war. As dusk crept up on the first day of battle, Lee asked Hill whether his men could press the attack. The normally belligerent cavalier said no, his men had marched and fought themselves out. It was then that Lee turned to the usually equally belligerent Richard Ewell who came to the same conclusion about the Second Corps. It was not an auspicious beginning for the newly config­ured Army of Northern Virginia, and these were not the answers that Stonewall Jackson would have given.

On the second day, Hill’s men were to act in support of Longstreet. The troops of the Third Corps most deeply involved, those under General Richard Anderson, were badly managed—in part because Hill assumed that Longstreet would coordinate their attack and Longstreet assumed that they would remain under Hill’s direction. Hill again seemed insuffi­ciently aggressive, dispirited in the wake of Longstreet’s sluggishness, and disengaged from his responsibilities.

On the third day, Hill, unlike Longstreet, was an enthusiast for the planned assault on the Union center. He asked permission to lead the attack and Lee should have given it to him and allowed Hill to commit the entire Third Corps to the charge (instead of holding most of it in reserve—a role that would have been better served by Longstreet, who was always better at counterpunching). Had “Little Powell” led the charge at the Union line, with the entirety of the Third Corps, with all the celerity of a commander convinced of the plan’s worth, the Confederates might have won the Battle of Gettysburg.

Instead, a surly, insubordinate Longstreet was charged with making an attack he was convinced would fail, and which he did everything possi­ble to delay and cancel. Longstreet was the wrong man for the job Hill would have been the right one. Moreover, Hill’s relationship with Longstreet was very nearly as cold as his relationship had been with Jack­son and as on the second day, neither commander took responsibility for directing Hill’s men in the attack each general assuming it was the other’s prerogative or responsibility. The result, of course, was a disaster.

On 14 October 1863, Hill thought he had found his redemption, when he caught a large body of Federals napping at Bristoe Station, Virginia, not far from Manassas. But in his haste to attack the Federals before they could escape, he neglected to reconnoiter the ground. His precipitate assault did, indeed, catch the Federals by surprise, but as General Henry Heth’s division was hurried to pursue the fleeing Yankees, it ran into a flank attack by blue-coated troops concealed behind a railroad cutting. Hill had seen the risk—though he had only a vague idea of enemy num­bers behind the railroad tracks—but assumed that his artillery could keep the Federals at bay, and was simply eager to fight. He didn’t realize that concealed behind those tracks were three Union divisions that had a clear killing ground to enfilade the attacking Confederates.

When the entrenched Federals opened fire, cutting a swathe through the grey-clad ranks, the Confederates reformed and redirected their attack at the Yankees behind the railroad tracks. It was a brave but dangerous choice. They managed to break through the first Union line, but were trapped by the second and driven back with heavy losses. James I. Robert­son, one of Hill’s best biographers, estimates that Hill lost a man—killed, wounded, or captured—every two seconds of the battle. Hill’s impetuos­ity had its place, but not here, and probably never as a corps commander, a role that actually never suited Hill. He needed to be in among the fight­ing men, not directing the movements of a corps.

Hill knew he had blundered and confessed as much in his official report. The next day, after the Yankees had continued their retreat, Hill rode over the ground with Lee and repeatedly apologized for his costly error. Lee offered Hill no excuses. But as was often the case, he issued no sharp rebuke either, knowing it was beside the point. Hill knew he had erred, and knew he had disappointed Lee. Finally Lee said, “Well, well.

General, bury these poor men and let us say no more about it. Hill, however, could never let the dead bury their dead at Bristoe Station. For the rest of the war, his failure there, and his increasingly faltering health, depressed his spirits—and his effectiveness.

On the first day of the Battle of the Wilderness (5 May 1864), Hill fought his corps like his old self (even if physically he was ailing), directing his troops with remarkable skill in a very hot fight. But his physical disabili­ties began to tell that night, and not enough was done to prepare the next day. Hill had expected (and so did Lee) that Longstreet would be up with reinforcements. Longstreet, however, was late, and when the Federals hit Hill’s battered lines on the morning of 6 May, the Southerners were unpre­pared for the ferocious attack. Though in tremendous pain, Hill gallantly rode up and down the lines encouraging the troops, organizing the defense, even directing batteries of enfilading artillery fire at the front. When Longstreet’s men finally rolled onto the field. Hill led his men in a counterattack against the Federals (so far in advance was Hill that he was nearly captured by lead units of the Union army).

Two days later, an enfeebled Hill asked Lee to give command of the Third Corps to another general, at least temporarily. Lee reluctantly granted his request, giving the Third Corps to Jubal Early, while Hill remained with the troops aboard an ambulance. He eventually returned to command, and battered as he was, he and Lee endured together, the great slogging match between the counterpunching Army of Northern Vir­ginia and the relentless, hard-pounding Ulysses S. Grant, all the way through most of the siege of Petersburg.

On 19 June 1864, a woman saw Lee and Hill during Sunday services at an Episcopal church. The woman described Hill as “a small man, but [one who] has a very military bearing, and a countenance pleasing but inexpressibly sad.” Hill’s physical state was an apt reflection of the state of the Confederacy, battling on, with a remembrance of past happiness and nobility, now turned inexpressibly sad and worn down. But as Lee proved himself a master of defensive tactics in these final months, so did Hill, whose leadership rebounded even if his health did not.

By the winter of 1864, his strength, vitality, and even his ability to con­centrate were visibly failing. The swashbuckling Hill now found it diffi­cult and painful to mount a horse. But he remained intent on his duties, and rode his lines. He was returning from an early morning conference with Lee on 2 April 1865 when he met his fate. The Confederate line had been broken and Hill was determined to rally his men. Lee admonished him to be careful. Careful was not a word easily applied to Hill.

In his search for the front, the desperately sick Hill rode along a no-man’s land. Along the way, he captured and sent to the rear, under escort, two Federal infantrymen. With his remaining companion, courier George Tucker, he rode on, until he found two more Yankees leveling muskets at him. Hill drew a revolver and called on them to surrender. Instead, the blast of a .58 caliber bullet smashed through Hill’s heart, killing him.

When Lee heard the news, he replied sadly, “He is now at rest, and we who are left are the ones to suffer.” 12 Like Jackson in his delirium. Lee in his final moments also called for “Little Powell”: “Tell A. P. Hill he must come up.” Perhaps no other general, besides Lee, was so much a part of the Army of Northern Virginia.

General James Alexander Walker said of him that “of all the Confederate leaders [Hill] was the most genial and lovable in disposition… the commander the army idolized.”

Hill fought virtually the entire war. He represented the Virginia of man­ners, courtly graces, chivalry, and patriotism. If he is little remembered today, compared with Jackson, Longstreet, and J. E. B. Stuart, he deserves to be recognized for the gallant Southern soldier that he was.


Assista o vídeo: A Tribute to the. 1861 - 1865 Full Original